domingo, 15 de setembro de 2013

FEIJÃO VERDE - A FORMA MAIS VITAL do elaborar



Este feijão para preservar a sua energia vital deve manter a sua cor verdinha bem viva, mas estar bem cozido, macio.
Para isso vos deixo aqui algumas dicas:
O primeiro passo é na hora da compra pois que devemos escolher as vagens l”lisas” sem se sentir as sementes no se interior e claro devem ser verdinhos e não amarelados.
Depois de lavados, pegamos em 3 pitadas de sal e esfrega-mo-las nas vagens.

Deixamos descansar 15 minutos.

Enquanto isso preparamos uma panela larga com água abundante e levar ao lume alto.
Quando a água ferver, tempera-mo-la com 1 colher de sobremesa de sal e em seguida as vagens.



Se nesse momento a água já não ferver, devemos colocar a tampa de forma a que a panela fique meia aberta até que fervura volte. 


Nesse momento devemos retirar a tampa para que o cozimento se faça de forma arejada, para que se mantenha a cor verdinha.



As vagens podem ficar mais crocantes ou mais amacias, dependendo onde as vamos utilizar mas é importante que estejam cozidas para que as possamos assimilar devidamente.

Assim que atingirem o ponto desejado devem ser retiradas rapidamente e colocadas espaçadamente, de preferência em cima duma peneira, um coador e plástico, etc de forma a que arrefeçam rapidamente.


Retiramos as pontas e puxando-as de forma a que retiremos os possíveis fios que elas possam ter.
O corte pode variar mas eu prefiro cortar em fatias fininhas na diagonal pois fazem um efeito mais bonito e apanham melhor a sua energia.

Se for para juntar a um cozido de legumes, devem ser colocadas só quando estes estiverem cozidos, então aí coloca-se o feijão verde, misturando e temperando com shoyu.

Também ficam muito bem numa salada, por exemplo de couve-flor e cenoura.

Bom proveito!!
Enviar um comentário